[fusion_builder_container hundred_percent=”no” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” overlay_color=”” overlay_opacity=”0.5″ video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” padding_top=”” padding_bottom=”” padding_left=”” padding_right=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” center_content=”no” last=”no” min_height=”” hover_type=”none” link=””][fusion_text]

As fachadas são os elementos mais visíveis de uma edificação, podendo muitas vezes motivar até mesmo a aquisição de um imóvel. Sua imagem projetada para toda a região do entorno reflete a personalidade de quem vive ali e de quem a projetou.

Mas, para que a fachada mantenha-se funcional e esteticamente ajeitada, é necessário desenvolver um bom projeto de revestimento, principalmente para que os agentes de deterioração não atuem nesse tipo de material.

 

Como começar?

A fase de concepção do edifício é o momento ideal para o desenvolvimento do projeto de revestimento de fachadas. Nessa etapa é possível integrar melhor as soluções estruturais e arquitetônicas, de modo que o edifício seja concebido já com esta visão sistêmica.

Para especificar a melhor solução que responderá às necessidades de cada obra, o projetista de revestimentos deve notar o comportamento da estrutura e a geometria do edifício e como essas variáveis podem afetar negativamente a durabilidade dos mesmos.

Paralelamente à esta visão sistêmica da obra, cabe ao projetista o conhecimento de materiais e técnicas executivas, além de apontar pontos em que há necessidade de detalhes construtivos para prevenir patologias.

fachadas_1

 

Evitando patologias

A etapa posterior do projeto é o desenho propriamente dito, fase em que são previstas as soluções de fachada, tais como reforços, juntas e camadas impermeabilizantes mais adequadas, considerando-se os estudos da estrutura, arquitetura e vedação realizados na etapa preliminar.

fachadas_2

Detalhes construtivos de projeto, como a utilização de membranas impermeabilizantes, rufos ou peitoris de pedra, podem impedir, por exemplo, que a lâmina d’água escoe com força pela fachada, evitando patologias como infiltrações e manchamento.

 

Processos no canteiro de obras

Outra etapa importante, mas que por vezes é negligenciada no projeto é a apresentação e treinamento quanto aos procedimentos construtivos – passo fundamental para alinhar tomadas de decisões com os demais profissionais do canteiro de obras e a definição dos procedimentos.

fachadas_3

Além disso, nessa fase são determinados os serviços a serem executados em cada uma das subidas e descidas dos balancins, por exemplo – evitando-se que, para acelerar o trabalho, o empreiteiro opte por queimar etapas e aproveitar uma única viagem para dar conta de tudo.

 

Ensaios: é hora de testar a resistência

Antes que haja a conclusão das etapas anteriores é necessário dar início aos testes e controles de resistência de aderência à tração, nos intervalos entre as diversas fases de execução do projeto.

De início, ensaios de caracterização de materiais para estabelecer as propriedades dos produtos, como a absorção de água e o empenamento, no caso das placas cerâmicas, e a impermeabilidade e capacidade de suportar variações térmicas, no caso das tintas, são fundamentais.

fachadas_4

Como consequência, dois ou três meses antes de começar a execução do revestimento da fachada, também é preciso colocar em ação um pano experimental no canteiro que possibilitará simular o comportamento do revestimento de antemão.

 

Outros ensaios e a inspeção anual

Terminados esses testes, é importante complementá-los com ensaios de percussão, que apontarão eventuais falhas executivas, usando inclusive técnicas de termografia, que mostrarão o que não se pode ver a olho nu.

fachadas_5

Já para a realização adequada do ensaio de arrancamento, é importante planejar a movimentação do balancim por diferentes áreas da fachada – de modo que as amostras não sejam todas retiradas de um mesmo pavimento, por exemplo.

Finalizados esses ensaios o projeto deve prever inspeções preventivas anuais, realizadas por profissionais especializados.

 

Dicas e procedimentos gerais para projetos de revestimento com argamassa

fachadas_6

  • A argamassa de revestimento não deve ser aplicada em ambientes com temperatura inferior a 5ºC. Quando a temperatura for superior a 30ºC, devem ser tomados cuidados especiais para a cura do revestimento, mantendo-o úmido pelo menos nas 24 horas iniciais. Esse mesmo procedimento deve ser adotado em situações de baixa umidade relativa do ar, ventos fortes ou insolação forte e direta sobre os planos revestidos.
  • As superfícies a revestir deverão ser limpas e molhadas antes de qualquer revestimento ser aplicado. A presença de limo, fuligem, poeira e óleo, por exemplo, pode acarretar o desprendimento futuro da argamassa.
  • Quando for necessário emboço com mais de 2,5 cm, deverão ser executados em camadas, respeitando a espessura de 1,5 cm cada.
  • A cal hidratada usada deve ser peneirada para eliminar os grãos que podem retardar a hidratação higroscópica.
  • Para executar o emboço é necessário ter decorrido pelo menos três dias desde a aplicação do chapisco. Tubulações hidráulicas e elétricas devem ter sido executadas, os rasgos devidamente preenchidos, os batentes das portas colocados, assim como os tacos dos batentes devem estar assentados e os contramarcos dos caixilhos instalados.

 

[/fusion_text][fusion_content_boxes layout=”icon-on-side” columns=”1″ title_size=”” title_color=”” body_color=”” backgroundcolor=”” iconcolor=”#ff0000″ icon_circle=”” icon_circle_radius=”” circlecolor=”#ffffff” circlebordersize=”” circlebordercolor=”#f44336″ outercirclebordersize=”” outercirclebordercolor=”” icon_size=”” icon_hover_type=”pulsate” hover_accent_color=”” link_type=”” link_area=”” link_target=”” icon_align=”left” animation_type=”” animation_delay=”” animation_offset=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ margin_top=”” margin_bottom=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””][fusion_content_box title=”Gostou?!” backgroundcolor=”rgba(239,239,239,0)” icon=”fa-heart” iconflip=”” iconrotate=”” iconspin=”no” iconcolor=”” circlecolor=”” circlebordersize=”” circlebordercolor=”” outercirclebordersize=”” outercirclebordercolor=”” image=”” image_width=”35″ image_height=”35″ link=”” linktext=”Read More” link_target=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=””]

Então compartilhe esse conteúdo e acesse o Blog da ConstruLiga para ficar por dentro dos melhores artigos sobre a Construção Civil.

[/fusion_content_box][/fusion_content_boxes][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here