A empresa norte-americana de robótica Sarcos divulgou um novo exoesqueleto de corpo inteiro para trabalhadores da construção civil que estará disponível comercialmente em 2020. Especializada em dispositivos militares e de segurança pública, a empresa anuncia agora este dispositivo robótico que permite que os trabalhadores carreguem até 90 kg por longos períodos de tempo. Chamado de The Guardian XO, o projeto está em desenvolvimento há quase duas décadas e tem como objetivo ajudar a reduzir o estresse físico dos trabalhadores da construção civil.

De acordo com a página BIM +, o desenvolvimento do Guardian XO exigiu mais de US$ 175 milhões, e o dispositivo resultante pode durar oito horas com uma única carga. O peso do traje e cargas transportadas é transferido através da estrutura do exoesqueleto para o chão. Sarcos diz que o processo contém um “conjunto de sensores integrados ao exoesqueleto, permitindo que o operador controle intuitivamente o robô de uma forma que aproveite seus instintos e reflexos e minimize a necessidade de treinamento humano”. Capaz de amplificar a força humana na proporção de 20 para 1, um saco de cimento de 50 kg pesará muito pouco para quem estiver operando o dispositivo.


Fonte: BIM+

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here