fbpx
sábado, 16 de fevereiro de 2019

As seis partes da Norma de Desempenho

A Norma de Desempenho, ABNT NBR 15.575:2013 é uma Norma Técnica publicada pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Ela foi desenvolvida com...

N3 – Interpretação do § único do art. 618 do CCV

Este é o terceiro (N3) de uma série de textos escritos pelo Eng. Paulo Grandiski para divulgar algumas importantes novidades resultantes das recentes alterações...

O que é a Norma de Desempenho?

A Norma de Desempenho ABNT NBR 15.575:2013 é uma Norma Técnica publicada pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Ela foi desenvolvida com o...

N2 – Novos prazos de garantia da construção civil

Este é o segundo (N2) de uma série de textos escritos pelo Eng. Paulo Grandiski para divulgar algumas importantes novidades resultantes das recentes alterações...

Sobre o pedido de cancelamento da norma de segurança na execução de obras e...

Há vários anos a ABNT vem sistematicamente propondo o cancelamento de muitas de suas antigas normas sem substituição simultânea por outra mais atualizada, sob...

A importância dos manuais de uso, operação e manutenção das edificações

O documento passa a ser a referência e diretriz para que o empreendimento e seus sistemas atinjam sua vida útil, e durante o período legal se mantenha as garantias os sistemas, sendo imprescindível que os usuários executem as manutenções previstas no programa manutenção da edificação e onde o manual de uso, operação e manutenção tornou-se imprescindível para determinar as responsabilidades de cada um perante o empreendimento.
Portaria 261 - eletricidade

Obrigatoriedade de D.R.s e para-raios nos canteiros de obras – Portaria 261 do Ministério...

A Portaria 261 do Ministério do Trabalho alterou o item 18.21 da Norma Regulamentadora NR-18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, no que diz respeito às instalações elétricas que devem ser atendidas as disposições da Norma Regulamentadora – NR-10. Saiba mais nesta nota de Paulo Grandinski.
paulo grandiski engenharia legal

Paulo Grandiski – Engenharia Legal: Novo argumento para a obrigatoriedade do uso das Normas...

Em seu primeiro post no Blog da Liga, Paulo Grandiski trata das importantes novidades resultantes das recentes alterações ocorridas nas normas técnicas da ABNT e nas jurisprudências do Tribunal de Justiça de São Paulo e do Superior Tribunal de Justiça, com relação a prazos de garantia, decadência e prescrição de imóveis
abordar riscos

6 estratégias para abordar riscos com a ISO 9001

Neste artigo, o especialista Marco Guerra dá continuidade ao tema da Mentalidade de Risco e descreve seis formas de abordar riscos com eficácia e assertividade

Arquitetos x Engenheiros. Quem tem razão na polêmica sobre atribuições legais?

Estão em tramitação na Câmara dos Deputados dois projetos que geraram polêmica e reacenderam antigas rixas entre arquitetos e engenheiros civis. Projeto de Lei 9818 e o PDC 901 buscam alterar a Lei 12.378/2010, que regula o exercício da Arquitetura e Urbanismo no Brasil, e revogar a Resolução CAU/BR Nº 51, que define as atribuições privativas da profissão.
15,361FãsCurtir
198SeguidoresSeguir
97SeguidoresSeguir

Você pode gostar:

Assistentes pessoais

Assistentes pessoais, já contratou o seu?

Segundo a consultoria Gartner, o mercado dos assistentes pessoais conectados por controle por voz representará 3,52 bilhões de dólares em 2021 no mundo, contra 360 milhões em 2015.

As seis partes da Norma de Desempenho

A Norma de Desempenho, ABNT NBR 15.575:2013 é uma Norma Técnica publicada pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Ela foi desenvolvida com...

Os 7 Pecados Capitais dos Grandes Projetos de Engenharia

Para evitar que seu projeto falhe, é muito benéfico compreender o que chamamos de “Os Sete Pecados Capitais dos Grandes Projetos de Engenharia” que são atitudes muito comuns que levam estes projetos a falharem.

O papel das empresas com a mobilidade urbana

Embora as empresas não determinem como as pessoas se deslocam até o local de trabalho, seus benefícios de transporte influenciam a escolha modal. A implementação de ações que favoreçam, por exemplo, a carona, o transporte coletivo e o ativo (a pé e bicicleta) faz com que a organização assuma sua responsabilidade social com relação a mobilidade sustentável e ainda beneficie a qualidade de vida dos seus funcionários.

Você sabe o que são RECs?

Você já ouviu falar de RECs, e de como a sua compra e venda está ajudando a consolidar o mercado de energias renováveis? Descubra neste artigo de Denise Issa

Investir em Loteamentos é um bom negócio?

Com os devidos cuidados é um ótimo investimento sim, muitas pessoas com possibilidades de investimento em longo prazo não conseguiram vislumbrar o negócio loteamento como...

Inovar é preciso

Quando recebi o convite para ir trabalhar numa empresa sediada numa avenida chamada Paulo de Frontin – que os cariocas falam “Frontein” – fiquei...